• Ana Carina Nunes

E passou-se mais um aniversário...como combater o envelhecimento?


Fazer mais um aniversário deveria ser um motivo de alegria. Cada dia conta com 1440 minutos de novas opções, de maravilhosos pensamentos, de centenas de oscilações nos nossos sentimentos. Cada segundo faz-nos mais capazes de experimentar e de aproveitar todas as opções que surgem ao nosso redor. Cada ano é uma medalha, uma oportunidade para acumular lembranças, para gravar os nossos melhores momentos como um simples soprar as velas com força e orgulho.

Sabemos que a beleza não tem idade, mas é importante sabermos cuidar dela. Envelhecer é um privilégio, uma arte, um presente. Somar cabelos brancos, arrancar folhas no calendário e comemorar o aniversário deveria ser sempre um motivo de alegria. De alegria pela vida e pelo que estar aqui representa. Todas as nossas mudanças físicas são reflexo da vida, algo do que nos podemos sentir muito orgulhosos.

Começamos a envelhecer desde o momento em que nascemos. Ao longo da vida, os efeitos do tempo são visíveis no nosso corpo. Até os 20 anos, as modificações mais importantes no organismo são o crescimento e o desenvolvimento. A partir dos 20 anos, os efeitos do envelhecimento tornam-se visíveis na pele.

Temos dois tipos de envelhecimento: o intrínseco e o extrínseco. O intrínseco é geneticamente programado, levando a modificações no tecido colágeno e elástico com o passar dos anos. A programação genética para cada pessoa é diferente, por isso a perda do tônus e elasticidade da pele ocorre com intensidade diferente para cada pessoa. A pele perde a elasticidade, torna-se mais seca. Ocorre perda do suporte de gordura e do tecido conectivo subjacente, a pele torna-se flácida, perde o brilho, aparecem rugas. Além disso, ela torna-se mais áspera. O processo de cicatrização fica mais lento. A secura da pele pode desencadear coceira.

Simultaneamente ao envelhecimento genético, ocorre o processo de fotoenvelhecimento que é um processo decorrente da exposição solar repetida ao longo dos anos. Ele interage com o envelhecimento cronológico acelerando sua evolução. Na verdade, o foto envelhecimento é responsável pela maior parte das alterações na pele envelhecida, como manchas escuras, aspereza da pele, rugas, sardas castanhas e sardas brancas nas áreas expostas, além de dilatação dos vasos sanguíneos. Exposição solar crónica também é responsável pelas alterações que favorecem o desenvolvimento dos cancros de pele. Fatores externos como stress e tabagismo também contribuem para o envelhecimento.

Um dos fatores que mais peso tem no envelhecimento/anti-envelhecimento é aquilo que se come, ou seja, a sua alimentação. Da mesma maneira que existem alimentos que promovem o rejuvenescimento das células do seu corpo, também existem alimentos que promovem o seu envelhecimento, sendo que um dos que mais o acelera é algo que talvez até come diariamente – o açúcar. Sempre que ingeres um alimento, as suas moléculas irão reagir bioquimicamente com as células do teu corpo. No caso do açúcar, a reação que acontece no teu organismo quando o ingeres, e que contribui para o aceleramento do envelhecimento, chama-se glicação. A glicação acontece quando uma molécula de açúcar, presente nos hidratos de carbono, se liga a um aminoácido, presente nas proteínas, levando à formação de AGE’s (advanced glycation ending products). Por sua vez, estes compostos promovem o envelhecimento celular através do desencadeamento de uma resposta inflamatória crónica e, também, do enrijecimento das células, tornando-as disfuncionais. Aliás, esta rigidez celular é um dos fatores responsáveis pelo aparecimento de rugas, uma vez que afeta as proteínas de colagénio e elastina, encarregues pela estrutura e elasticidade da pele. O teu corpo precisa de açúcar, ou hidratos de carbono, de maneira a ter energia e conseguir funcionar devidamente. Contudo, o segredo está no tipo de açúcar que ingeres e em que quantidades. Sobre este tema irei aprofundar-lo mais num próximo post, fiquem atentas/os!

Por tudo isto, a melhor forma de prevenir o envelhecimento precoce está ao alcance de todos: alimentação saudável. Isso mesmo, ingerindo os alimentos corretos e mudando alguns hábitos consegue retardar o envelhecimento e ainda ter mais disposição e energia no seu dia a dia. Então, veja as minhas dicas a seguir e mantenha-se sempre jovem e com a saúde em dia!

Menos alimentos processados

O envelhecimento é um processo inflamatório de células, e a ingestão de alimentos com muita gordura saturada, trans, sal, açucar e demasiadas calorias que aceleram esse processo degenerativo das células. Portanto nada de se perder com fritos, chocolates e produtos industrializados! Tente manter sempre uma alimentação equilibrada com alimentos naturais e mais saudáveis.

Cuidado com o excesso de sal

O sal pode ser o vilão da sua alimentação. Ingerir muito sal pode acelerar o envelhecimento celular, provocar retenção de líquidos e ainda aumentar o risco de osteoporose. Portanto , atente-se principalmente para os alimentos industrializados consumidos, visto que eles têm uma grande quantidade de sódio.

Beba bastante água

Manter o corpo sempre hidratado é muito importante. Com o passar dos anos, o nosso corpo tende a perder água e por isso é essencial ir repondo esse líquido. Portanto tenha sempre com você uma garrafa de água e vá bebendo durante o seu dia. é O ideal é beber no mínimo 2 litros de água por dia.

Antioxidantes são os seus melhores amigos

Quando se pensa em retardar o envelhecimento, logo pensamos em antioxidantes. Eles protegem o seu organismo dos danos causados pelos radicais livres que promovem o processo de envelhecimento. Portanto use e abuse de alimentos que possuam essas substâncias, nomeadamente brócolos, espinafres, tomate, uvas, frutos cítricos, frutos vermelhos, abacate, linhaça, Semente de abóbora, nozes , Açafrão (ou cúrcuma)

Selênio e vitamina E também são ótimos antioxidantes

Você também deve incluir em sua dieta, alimentos que sejam ricos em vitamina E e selênio. A vitamina E é um excelente antioxidante que ajuda a manter a elasticidade da pele. E pode ser encontrada em folhas verdes, oleaginosas, sementes e cerais integrais. O selênio atua em conjunto com a vitamina E para combater os temidos radicais livres e pode ser consumido na castanha-do-pará, atum, ovo e arroz.

Prática regular de exercício físico

Além disso vários estudos indicam que a prática regular de exercício físico é mais eficaz que qualquer medicamento jamais inventado para prevenir as doenças e condições que mais afetam a população idosa, como patologias do foro neurológico como o Alzheimer ou a perda de massa muscular. O facto de os idosos que se exercitam terem uma saúde melhor, comparativamente aos sedentários pode levar muitos a acreditarem que treinar pode travar o processo de envelhecimento. Mas a realidade é que esses idosos ativos são exatamente como deveriam ser. Num passado distante, éramos todos caçadores-coletores e os nossos corpos foram desenvolvidos para serem fisicamente ativos. Portanto, se uma pessoa ativa de 80 anos tem uma fisiologia semelhante a um indivíduo de 50 anos, é a pessoa mais jovem que parece mais velha do que deveria, e não o contrário.

Muitas vezes confundimos os efeitos da falta de atividade física com o próprio processo de envelhecimento, e acreditamos que certas doenças são puramente resultado da idade avançada. Na verdade, o estilo de vida sedentário moderno simplesmente acelera o nosso declínio relacionado à idade.Isso contribui para o aparecimento de doenças como diabetes tipo 2, problemas cardiovasculares e cancros. Muitos de nós simplesmente não somos ativos o suficiente – sendo que a quantidade ideal de exercício para a saúde por semana é no mínimo de 150 minutos. Estima-se que em média metade dos jovens entre os 16 a 24 anos seguem a recomendação de praticar exercícios aeróbicos e de fortalecimento muscular; na faixa dos 65 a 74 anos, essa proporção cai para menos de um em cada 10.

O exercício não só ajuda a prevenir o aparecimento de muitas doenças, como também contribui para curar ou aliviar outras, melhorando a qualidade de vida como um todo. Estudos recentes com ciclistas amadores com idades entre 55 e 79 anos indicam que eles têm a capacidade de realizar tarefas diárias com muita facilidade e eficiência, porque quase todas as partes do seu corpo estão em óptimas condições. Os ciclistas também apresentaram pontuação alta em testes que medem agilidade de raciocínio, saúde mental e qualidade de vida. Ou seja, quanto mais cedo começar a praticar exercício físico melhor.

Prevenir é sempre o melhor caminho. Podemos seguir algumas orientações para termos menos problemas no futuro. Por isso temos que agradecer pela oportunidade de fazer mais um ano, pois graças a ele, cada dia podemos compartilhar momentos com aquelas pessoas que mais gostamos, podemos desfrutar dos prazeres da vida, desenhar sorrisos e construir com nossa presença um mundo melhor…com alimentação saudável e sustentável e praticando exercício físcio. Por isso deseje continuar cumprindo sonhos, segundos, minutos, horas, dias, meses e anos… E, sobretudo, poder celebrá-los com a vida e energia e partilha-la com as pessoas que o rodeiam.

Espero que possam envelhecer lentamente e vivam saudavel-mente!

#envelhcimento #antioxidantes #antiidade #aniversário

0 visualização

© 2017 por Saudavel-mente

Todos os direitos reservados 

Site criado pela Wix.com

  • Facebook Clean Grey
  • Instagram Clean Grey