• Ana Carina Nunes

Receitas e dicas para umas festas felizes sem culpa


O cenário repete-se e é já um clássico: entrar no ano novo com uns kilinhos extra. Afinal, os dias foram passados a comer todos os doces e pratos típicos do Natal. Depois, ficam as sobras e aproxima-se o ano novo, que fazem prolongar mais a saborosa época dos excessos, certo? Sabia que em média nesta semana as pessoas engordam 4,3 Kg pois nestes dias os consumos diários de calorias triplicam ou quadruplicam?

Se este é um drama que atormenta todos os anos, saiba que é possível comer algumas iguarias desta época e não sentir os efeitos secundários de forma tão flagrante. E se já decidiu isso e quer disciplinar-se para curtir as festas sem comprometer os seus esforços diários ao longo do ano para se manter saudável, mantendo o prazer desta época sem culpas, já que não devemos ser radicais, mas podemos ter alguns cuidados sem quebrar a tradição. Não existe nenhum tipo de dieta específica que possamos fazer previamente para minimizar os ‘danos’ causados pelos alimentos mais calóricos ingeridos nesta época. Devemos sim ter um maior autocontrole.

Além da moderação, claro, o truque está em fazer receitas sem culpa, que trocam ingredientes maus por ingredientes bons. O açúcar branco refinado deve ficar de fora, a farinha de trigo branca deve ser evitada, bem como as gorduras em excesso. A fibra, por outro lado, deve fazer parte das composições, bem como fontes de lípidos saudáveis. Para poderem fazer receitas mais saudáveis para este Natal podem aceder ao meu e-book de receitas de Natal que se encontra aqui ( 30 páginas de receitas com entradas, pratos principais e muitas sobremesas e ainda um prefácio com algumas dicas extra!)

São receitas típicas desta quadra mas todas ligeiramente alteradas e testadas. É espreitar e experimentar para ter umas festas mais saudáveis! Fico a aguardar o seu feedback :)

Dicas para minimizar o impacto nestes dias (des)regrados

Já diz o provérbio que depois da tempestade vem a bonança ...mas para atenuar a tempestade pode seguir um conjunto de dicas que lhe deixo abaixo para minimizar os impactos destes dias mais (des)regrados, fazendo coisas tão simples

DURMA BEM!

Começar por dormir uma boa noite de sono, entre oito a dez horas. O sono insuficiente causa resistência à insulina (uma curta duração de sono, está associada a uma má intolerância à glicose e a um aumento de risco de diabetes tipo II - ver ref 1)

No dia seguinte faça um "Pequeno-Almoço" DETOX ou JEJUM

Não acho, como de resto é usual ouvirmos, que o pequeno almoço seja a refeição mais importante do dia, mas neste dia poderá ser realmente importante e começar o dia com uma refeição mais detox como por exemplo um bom Batido de Frutas/Legumes com Canela ( que melhora o metabolismo da glicose - ver ref 2) serão uma óptima opção.

E claro, um Café (o "combustível" que move o Mundo moderno), já que o Café tem a capacidade de melhorar a sensibilidade à insulina (ver ref 3)

NOTA: Para quem queira fazer um jejum pode beber apenas o café, reforçando com a versão turbinada (com óleo de coco e mistura de cúrcuma com pimenta preta) e não comer mais nada até ao almoço que vai ser novamente de alguns excessos seguramente.

Beba muita ÁGUA ou CHÁS!

​Mais uma vez, este conselho é mais um daqueles que não preciso dar! E não costumo dar porque acho desnecessário visto que deverá estar presente todos os dias do ano, mas neste é um dia para beber além da sede, para ajudar a aumentar a saciedade :) Pode também fazer chás aromatizados com especiarias (canela, estrela anis, erva doce, etc..) , casca de limão ou laranja que ficam muito bem e ajudam a cortar a vontade de comer tantos doces :)

TREINE!

​Umas horas antes destes dias fatídicos façam algum exercício ou vá mesmo ao ginásio na manhã de dia 24! Para além de esvaziar as reservas de glicogénio, o treino servirá para que parte da sua refeição seja utilizada para sintetizar massa muscular (minimizando assim parte das calorias que seria usadas para engrossar as reservas de gordura!) . Nos dias subsequentes tente igualmente compensar os excessos reforçando a atividade física (pode ser fazer caminhadas de pelo menos 30 minutos).

Por fim, DESFRUTE!

É verdade que a comida tem um enorme impacto na saúde, mas o problema não é o que come entre o Natal e o Ano Novo, é muito mais importante aquilo que come entre o Ano Novo e o próximo Natal! Tente pelo menos não passar o resto da semana a comer os "restos" (distribua pela família ou dê a uma instituição para pessoas que possam necessitar) para que os excessos sejam apenas nos dias 24, 25, 31 e 1 :)

Votos de umas boas festas repletas de felicidade, amor, saúde, paz, fé, alegria, família, amizade e prosperidade , que são seguramente os melhores ingredientes para se manter saudável(mente)!

Referências 1. https://doi.org/10.2337/db09-0699 2. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20513336 3. https://jamanetwork.com/journals/jamainternalmedicine/fullarticle/773949?resultClick=1 4. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/10331428

#receitasnatal #ebook #festassemculpa #alimentação #conscienciaalimentar

0 visualização

© 2017 por Saudavel-mente

Todos os direitos reservados 

Site criado pela Wix.com

  • Facebook Clean Grey
  • Instagram Clean Grey