• Ana Carina Nunes

Cansaço || Tiredness


Existem momentos na vida em que simplesmente sentimos cansaço. Mas será cansaço, ou mesmo o desgaste que o tempo normalmente ocasiona? O certo é que esta semana começou e senti-me literalmente em modo piloto automático. Os fins de semana com mais um feriado já tiveram seu fim, o sonho do ano novo cheio de desejos e esperanças parece que sofreu de um sebastianismo atroz…

Quero de volta uma vida “normal” [será? ]. Muitas vezes julgamos inúteis certas advertências que a vida nos dá, mas no fundo no fundo, sabemos que são necessárias. Ando assim, a querer encontrar explicações para coisas inexplicáveis.

Acontece que a semana que agora termina, foi extremamente desgastante. No trabalho e fora dele. Uma força demolidora que habitualmente existe dentro de mim [aquela das pilhas duracell] foi vencida por uma sonolência estranha. Até adormeci um dia de manhã e cheguei atrasada ao trabalho. E percebi então, o quanto o meu corpo anda cansado deste “corre corre” atrás de pessoas que não cumprem a sua palavra, não honram seus compromissos e me deixam com uma série de responsabilidades que deveriam ser compartilhadas, e que acabam somente nos meus ombros.

O “meu” tempo é insuficiente…para mim os dias deviam ter no mínimo umas 30h!!! Os ponteiros correm desenfreados, queria faze-los parar...Parar o tempo seria o ideal, mas é impossível...O dia não chega para fazer quase nada...chego a casa exausta e ainda tenho de fazer compras para a casa, roupas para tratar, refeições para preparar e ainda …manter o verniz das unhas impecável, por os cremes para a cara e olhos dada as poucas horas de sono [ e não existe nada mais chato do que chegar a uma reunião com uma tremendas olheiras, com olhos vermelhos e pequeninos insistindo em fechar, que nem a mais miraculosa maquilhagem consiga disfarçar] e pelo meio ainda “preparar” mais um “módulo supersónico” da minha pós-graduação!!! É que nem a música ambiente [que ponho mal chego a casa], aparentemente calma e vagarosa me ajuda a fazer “slow motion”!!!

Talvez seja um dos meus defeitos, tentar fazer tudo ao mesmo tempo e geralmente tentar atender a todas as solicitações profissionais, da família, dos amigos, as mais diversas, é difícil eu dizer 'não' sem um motivo aparente. Mas não posso, não quero e nem devo abraçar tudo e demonstrar uma coragem e uma determinação de super-mulher [pois não tenho de sê-lo]. E eu ando cansadíssima de toda esta situação desigual.

Estou cansada de ter de mostrar mais e melhores resultados e desempenho no trabalho como se fosse preciso passar o dia a tentar provar aos outros de que sou capaz e capacitada, Eficiente e Eficaz [é que há uma diferença muito grande entre o que é urgente e o que é prioritário mas há quem não perceba isso!!!]

Cansada de ter de tomar todas as minhas decisões sozinha e ainda me pedirem que o faça pelos outros…Cansada de amigos “dependentes”, de pessoas complicadas. Cansada daqueles julgamentos, de ser apontada por alguém que se acha no direito de fazê-lo ou por alguém que nunca trocou um dedo de conversa comigo. Mesmo embora seja eu a única responsável [e põe responsável nisso] pelo pagamento das minhas contas e não deva nada a ninguém.

Cansada de responder às mesmas N vezes às mesmas perguntas. De ver as mesmas pessoas. Cansada de quem faz questão de ver/sentir/ouvir um lado só, mesmo sabendo que eu mesma às vezes faça isso [Mas é só às vezes!!!]

Cansada de ouvir o telefone tocar com solicitações várias para a minha complicada agenda social. E depois cansada daquela “amiga” que marcou café no às 15h e são 18h e ainda nem deu notícia. E acabo por ficar cansada dos problemas….e vou cansando…cansando…cansando...E fico cansada de me explicar. De tentar resolver. Cansada de tentar fazer tudo dar certo e acabo exausta de tanto me cansar [UFA!]

Bom… não quero saber, já que eu também me cansei de procurar respostas. Elas, se quiserem, que venham a mim. Ou simplesmente o tempo tratará naturalmente que as trazer… Respiro fundo, e quando o novo dia amanhecer sei que a luta vai ser árdua, porque a vida é feita de desafios. E eu estou num momento cheia de desafios a todos os níveis!

Lembro-me de um email que a a minha querida “mummy” me enviou de Roberto Shinyashiki que dizia o seguinte:

"Não conheço ninguém que conseguiu realizar seu sonho, sem sacrificar feriados e domingos pelo menos uma centena de vezes. O sucesso também é construído à noite! Durante o dia você faz o que todos fazem. Para obter um resultado diferente da maioria, você tem que ser especial. Se fizer igual a todo mundo, obterá os mesmos resultados.

Se você quiser atingir uma meta especial, terá que estudar no horário em que os outros estão a tomar café. Terá de planear, enquanto os outros permanecem à frente da televisão. Terá de trabalhar enquanto os outros apanham sol à beira da piscina. A realização de um sonho depende de dedicação, há muita gente que espera que o sonho se realize por arte de mágica, mas toda mágica é ilusão, e a ilusão não tira ninguém de onde está, em verdade a ilusão é combustível dos perdedores. Quem quer fazer alguma coisa, encontra um MEIO. Quem não quer fazer nada, encontra uma DESCULPA!"

Sim, eu ambiciono um futuro, um dia melhor. Mas que cansaço é fazê-lo, que doença é querer ser alguém e o mundo não ser para ti, e o mundo não te deixar ser para ele. Caio novamente na cadeira, a responsabilidade invade-me, há uma missão a cumprir, os outros sonham com os teus sonhos, depositam em ti a esperança de um novo amanhã… E eu estou a dizer que me cansa, e preciso de o dizer, mas saibam que é também essa esperança, essas responsabilidades, as mesmas que me fazem cansar, que me fazem lembrar que toda a confiança, todo o amor, toda a preocupação, merecem recompensa, que seja mais EU, que dê o melhor de mim em tudo o que faço.

Hoje sinto-me completamente estoirada. Preciso de paz e liberdade, de ficar com uma temporária amnésia para esquecer as minhas responsabilidades…de desligar o telefone. Pouco me importa que tudo o resto me passe ao lado, que o tempo corra e eu permaneça quieta, no mesmo sítio. Se ele corre, também se irá cansar...como eu. Mas é só hoje...

There are times in life when we just feel tired. But will it be fatigue, or even the wear and tear that time normally causes? The truth is that this week began and I felt literally in autopilot mode. The weekends with one more holiday have already had their end, the dream of the new year full of desires and hopes seems that suffered from an atrocious sebastianismo ... just lack the Carnival. I want back a "normal" life [will it? ]. We often deem useless warnings that life gives us, but deep down, we know that they are necessary. I'm going to find explanations for unexplained things.

It turns out that the week that now ends, was extremely exhausting. At work and out of it. A demolishing force that usually exists inside me [that of the Duracell batteries] has been overcome by a strange drowsiness. I even fell asleep one morning and got late for work. And I realized then, how much my body is tired of this "run" after people who do not fulfill their word, do not honor their commitments and leave me with a series of responsibilities that should be shared, and that end up only on my shoulders .

The "my" time is insufficient ... for me the days should have at least a 30h !!! The pointers run rampant, I wanted to make them stop ... Stop time would be ideal, but it is impossible ... The day does not arrive to do almost anything ... I come home exhausted and I still have to do shopping for the house , clothes to treat, meals to prepare and yet ... keep the nail polish flawless, by the creams to the face and eyes given the few hours of sleep [and there is nothing more annoying than coming to a meeting with a tremendous dark circles, with red eyes and little ones insisting on closing, that even the most miraculous make-up can not disguise] and by means still "prepare" another "supersonic module" of my postgraduate !!! Is that even the ambient music [which I hardly get home], seemingly calm and slow helps me to make "slow motion" !!!

Perhaps it is one of my faults, trying to do everything at the same time and generally trying to attend to all professional requests, from family, from friends, most diverse, it is difficult to say 'no' without an apparent reason. But I can not, I do not want to and I must not embrace everything and demonstrate a courage and a determination of superwoman [because I do not have to be]. And I'm tired of all this unequal situation.

I'm tired of having to show more and better results and performance on the job as if I have to spend the day trying to prove to others that I am capable and capable, efficient and effective [is that there is a very big difference between what is urgent and which is a priority but some people do not realize it !!!]

Tired of having to make all my decisions on my own and still ask me to do it for others ... Tired of "dependent" friends, of complicated people. Tired of those judgments, of being singled out by someone who is entitled to do so or by someone who has never exchanged a finger of conversation with me. Even though I am the sole responsible [and responsible] for the payment of my bills and do not owe anything to anyone.

Tired of answering them N times to the same questions. To see the same people. Tired of who makes a point of seeing / feeling / hearing one side only, even knowing that I sometimes do it [But it's only sometimes !!!]

Tired of hearing the phone ring with various requests for my complicated social agenda. And then tired of that "friend" who checked coffee at 3:00 p.m. and it's 6:00 p.m. and she still did not notice. And I end up getting tired of the problems ... and I'm getting tired ... tired ... and I get tired of explaining myself. To try to solve. Tired of trying to make everything work and I end up exhausted from getting so tired [UFA!]

Well ... I do not want to know, since I got tired of looking for answers, too. They, if they wish, may come to me. Or simply time will naturally treat them to bring ... I breathe deeply, and when the new day dawns I know that the struggle will be arduous, because life is made of challenges. And I am in a moment full of challenges on all levels!

I remember an email that my dear "mummy" sent me from Roberto Shinyashiki which read as follows: "I do not know anyone who has managed to achieve their dream without sacrificing holidays and Sundays at least a hundred times." Success is also built at night! If you do the same to everyone, you will get the same results. If you want to achieve a special goal, you will have to study at a time when others are having coffee. You'll have to plan while the others stay ahead of the television. You'll have to work while the others sunbathe by the pool. The realization of a dream depends on dedication, there are many people who expect the dream to be realized by magic, but all magic is illusion, and illusion does not take anyone from where it is, in fact the illusion is fuel of the losers. Who wants to do something, finds a way. Who does not want to do anything, finds an EXCUSE! "

Yes, I ambition a future, a better day. But what a fatigue is to do it, what illness is to want to be someone and the world is not for you, and the world does not leave you I fall again in the chair, responsibility invades me, there is a mission to fulfill, the others dream with your dreams, they put the hope of a new tomorrow in you ... And I'm saying that it makes me tired, and I need But I know that it is also this hope, these responsibilities, the same ones that make me tired, that remind me that all trust, all love, all worry, deserve reward, that it is more I, that gives I need peace and freedom, to have a temporary amnesia to forget my responsibilities ... to hang up the phone.It does not matter that everything else comes to the side , that time runs and I remain still, in the same place. and he runs, he'll tire himself ... just like me. But it's just today ...

#tired #healthymind

0 visualização

© 2017 por Saudavel-mente

Todos os direitos reservados 

Site criado pela Wix.com

  • Facebook Clean Grey
  • Instagram Clean Grey